Blog

Excesso de cera no ouvido: o que fazer?

Excesso de cera no ouvido
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Você sabe por que algumas pessoas possuem excesso de cera no ouvido? Vamos entender. Primeiro é importante esclarecer que a cera de ouvido, apesar de parecer falta de higiene, não tem nada a ver com a falta de limpeza. A substância é produzida pelo nosso corpo e funciona como uma proteção natural contra agentes externos, sendo composta por organismos que previnem a formação de bactérias e vírus, agindo também como uma barreira. 

Quando produzimos cera em excesso, o próprio organismo expele, porém, em alguns casos, este processo pode ser mais lento, causando o aumento de produção da cera. Dessa forma, podem ocorrer problemas, como perda momentânea da audição, zumbidos, tonturas, dores no ouvido, sujeira e inclusive incômodo estético.

Como saber se estou produzindo muita cera?

Geralmente estes casos são perceptíveis, e aí é essencial consultar com um médico especialista, pois a presença de cerúmen em excesso no canal auditivo pode trazer outros problemas, como danos no tímpano e otites. Por isso, evite fazer limpezas caseiras e utilizar cotonetes. Somente um profissional poderá avaliar de maneira assertiva o seu caso.

O excesso de cera de ouvido pode ocorrer por fatores do seu próprio organismo, como canais auditivos mais curtos ou a própria produção de cera estar desregulada por estresse, envelhecimento ou outra causa.

Além de uma avaliação precisa, o profissional pode fazer exames mais profundos ou até mesmo aplicar uma lavagem para retirar o excesso de cera.

Não tente resolver o excesso de cera no ouvido em casa

Sem prescrição médica, sem tratamento. Limpar os ouvidos com instrumentos pontiagudos ou hastes flexíveis podem ferir o seu ouvido e causar danos ainda maiores. 

Inclusive, uma das causas mais comuns do entupimento do canal auditivo por cera é por conta do uso desses objetos para “limpar” o ouvido. Em vez de retirar o excesso, os produtos acabam empurrando ainda mais a cera do que removendo, causando uma possível obstrução, como uma “rolha”, fazendo com que o processo natural de limpeza seja insuficiente para empurrar o cerúmen.

Se você está com sintomas de excesso de cerúmen (diminuição da audição, coceira e dor no ouvido, zumbido, e sensação de ouvido entupido), procure um otorrinolaringologista. Assim você vai receber o melhor tratamento para o seu problema. 

Sobre a Dra Ane Trento Búrigo

Dra Ane Trento é Otorrinolaringologista, com residência médica realizada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba, e Fellow em Cirurgia Facial no Hospital do Instituto Paranaense de Otorrinolaringologia (IPO). Atende em Santa Catarina (SC), nos municípios de Criciúma, Tubarão e Içara. Para mais informações, clique aqui.

As informações disponíveis neste site possuem apenas caráter educativo. Apenas uma avaliação com um profissional médico possibilitará o diagnóstico de doenças, a indicação de tratamentos e a prescrição de medicamentos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Dra Ane Trento é Otorrinolaringologista, com residência médica realizada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba, e Fellow em Cirurgia Facial no Hospital do Instituto Paranaense de Otorrinolaringologia (IPO).

Atende em Criciúma (SC).

Contato