Blog

Mitos e verdades sobre Otoplastia

Mitos e verdades sobre Otoplastia
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Otoplastia é o nome da cirurgia plástica realizada para alterar a forma das orelhas. O procedimento permite a correção de deformidades nessa área, sendo frequentemente indicado em casos de orelha proeminente, popularmente conhecida como “orelha de abano”.

A otoplastia proporciona um formato natural para a orelha, promovendo equilíbrio e proporção e trazendo benefícios para a aparência e a autoestima do paciente. Existem muitas dúvidas ainda sobre o procedimento. Abaixo, esclareço alguns mitos e verdades sobre o assunto.

A otoplastia interfere na audição do paciente.

MENTIRA – Não existe relação entre a otoplastia e a audição pois o procedimento é totalmente externo, sem interferência na área interior.

A orelha de abano é uma herança genética

VERDADE – Sim, essa é uma condição genética. A incidência da orelha de abano na população é de 5% e, frequentemente, está associada a casos de baixa autoestima e bullying.

Crianças não podem fazer a cirurgia de otoplastia

MENTIRA – A otoplastia pode ser realizada em crianças e adultos, desde que se sintam incomodados. A cirurgia pode ser realizada a partir dos 6 anos, idade em que a fase do crescimento da orelha geralmente acaba. É importante, nestes casos, avaliar a vontade da criança e respeitar seus desejos.

Os cuidados pós-operatório são importantes.

VERDADE – Como toda a cirurgia, os cuidados pós-operatórios auxiliam na recuperação do procedimento e não devem ser subestimados. O uso da faixa compressiva na cabeça é um dos itens obrigatórios que deve ser seguido conforme a orientação médica.


As cicatrizes são muito aparentes.

MENTIRA – Existem diversas formas de cirurgia, mas as cicatrizes cirúrgicas são muito discretas, geralmente ficando escondidas atrás da orelha ou em suas dobras naturais.


As orelhas de abano podem voltar após um tempo

MENTIRA – Esse é um mito sobre a otoplastia. Entretanto, é necessário que o paciente siga todas as instruções do cirurgião no pós operatório para evitar complicações e garantir o sucesso do procedimento.

Sobre a Dra Ane Trento

Dra Ane Trento é Otorrinolaringologista, com residência médica realizada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba, e Fellow em Cirurgia Facial no Hospital do Instituto Paranaense de Otorrinolaringologia (IPO).

Atende em Santa Catarina (SC), nos municípios de Criciúma, Tubarão e Içara. Para mais informações, clique aqui.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Dra Ane Trento é Otorrinolaringologista, com residência médica realizada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba, e Fellow em Cirurgia Facial no Hospital do Instituto Paranaense de Otorrinolaringologia (IPO).

Atende em Criciúma (SC).

Contato